Um breve guia para superar a atiquifobia/medo de falhar

Dezembro 19, 2022

6 min read

Introdução

Todos nós já experimentamos apreensão com a perspectiva de resultados insatisfatórios, e isso é natural. O medo é uma emoção humana necessária que nos ajuda a ser cautelosos. Aumenta o foco e pode ajudar algumas pessoas a ter um melhor desempenho. No entanto, alguns indivíduos experimentam extremo medo do fracasso, o que é um problema real.

O que é Atiquifobia?

A atiquifobia é um medo avassalador do fracasso. Caracterizada por uma angústia irracional e extrema resultante das próprias falhas, está associada à ansiedade e transtornos de humor, depressão e baixa autoestima. Faz as pessoas pensarem que qualquer erro que cometerem terá consequências desastrosas. Pode ser causado pelas experiências de fracasso da pessoa que tiveram repercussões devastadoras ou por causa de uma conexão entre sua autoestima e as percepções de outras pessoas. A atiquifobia causa dúvidas que restringem as pessoas e as impedem de avançar na vida.

Quais são os sintomas da atiquifobia?

Todo mundo experimenta a atiquifobia de maneira diferente. Os sintomas podem se manifestar física ou emocionalmente, provavelmente desencadeados quando você pensa em situações específicas envolvendo falhas. A gravidade dos sintomas pode variar de leve a extrema. Isso pode paralisá-lo completamente, dificultar o trabalho e fazer com que você perca oportunidades significativas. Aqui estão alguns sinais e sintomas de Atychiphobia:

Quais são os sintomas físicos da atiquifobia?

  1. Frequência cardíaca rápida
  2. Dificuldade em respirar
  3. Estresse, causando dor ou aperto no peito
  4. Dificuldade digestiva
  5. Dores articulares e musculares
  6. Dividindo dores de cabeça
  7. Transpiração intensa
  8. Fadiga
  9. Tontura
  10. Sensações de tremor
  11. Ondas de calor ou frio
  12. Insônia por excesso de pensamento

Quais são os sintomas emocionais da atiquifobia?

  1. Ansiedade excessiva e preocupação com situações que dão errado.
  2. Uma necessidade esmagadora de escapar da condição que causa medo
  3. Pensando e acreditando que você vai morrer ou desmaiar
  4. Pode-se sentir desapegado de si mesmo e do ambiente.
  5. Procrastinação e evitação de situações desencadeantes
  6. Racionalização desnecessária de como algo vai dar errado
  7. Pensamentos obsessivos e perturbadores
  8. Sentindo-se imensamente impotente

Qual é o teste de Atychiphobia?

Se o seu medo do fracasso é constante e grave o suficiente para afetar seu funcionamento diário, então pode ser Atychiphobia. Um médico ou terapeuta pode ajudá-lo a diagnosticar seus sintomas e sugerir opções de tratamento adequadas. Se você procurar ajuda, responderá perguntas sobre os sintomas que está enfrentando, seu histórico pessoal, social e psiquiátrico e quaisquer medicamentos prescritos que esteja tomando. Os critérios para um diagnóstico formal de atiquifobia são:

  1. Os pacientes têm medo ou ansiedade do fracasso.
  2. Situações atiquifóbicas quase sempre provocam medo/ansiedade imediatos.
  3. Evita-se os cenários atíquifóbicos ou perdura-se com medo intenso.
  4. O medo, a ansiedade ou a evitação são persistentes, geralmente durando seis meses ou mais.
  5. Medo e ansiedade podem resultar em liberação. Causa angústia que tem significado clínico. Pode levar a dor em áreas sociais, ocupacionais ou outras áreas de funcionamento.
  6. Exibindo um transtorno mental diferente não explica melhor os sintomas.

Como superar a atiquifobia?

Aqui estão algumas diretrizes para superar a atiquifobia:

  1. Conheça e entenda seu medo

Tente avaliar a causa do seu medo e como ele se desenvolveu. Reflita sobre o que acontecerá se você falhar e por que você sente que isso é iminente. Pode ajudá-lo a ter realizações cruciais. Por exemplo, se seu medo deriva de um desejo de perfeição, mude seu foco para a progressão. Aprecie a alegria de melhorar e seja gentil consigo mesmo.

  1. Analise seus medos racionalmente.

Tente pensar racionalmente sobre seu medo e tente entender a real extensão do perigo que você está enfrentando. Questione se sua situação é grave o suficiente para se preocupar em primeiro lugar. Anotar seus medos pode ajudá-lo a simplificá-los sem emoções.

  1. Determine a direção de seus esforços

Experimentar medo e ansiedade debilitantes frequentemente requer muita energia. Você pode estar inconscientemente fazendo coisas que agravam a situação. Tente identificar qualquer comportamento de auto-sabotagem ou destrutivo, como a procrastinação. Pode ajudá-lo a mudar sua mentalidade e aprender a responder ao estresse. Â Â 4 . Redefina sua noção de fracasso Tente encontrar aspectos positivos em qualquer um de seus fracassos passados e aprenda com eles. Perceber que os fracassos são grandes oportunidades para melhorar e que os desafios da vida raramente são do tipo “sucesso ou morte” pode ajudá-lo a superar seu medo.

  1. Abrace a inevitabilidade do fracasso

Entenda que você nem sempre pode ser bem-sucedido, não importa o quanto tente. Toda grande pessoa enfrentou fracassos, alguns repetidamente, e a chave para o sucesso foi a perseverança. Enfrentar contratempos temporários faz parte da vida. Antecipar e aceitar alguns deles de antemão pode ajudar a reduzir sua ansiedade.

  1. Enfrenta os teus medos

A exposição contínua aos medos é conhecida por diminuir a ansiedade. Permita-se tentar e falhar nas coisas. Avalie seus sentimentos sobre o fracasso, espere o pior cenário e acredite que você o superará.

  1. Assumir o controle

Domine seus pensamentos e sua realidade. Se uma tarefa parecer esmagadora, tente dividi-la em partes acessíveis. Seja mais orientado para a solução em sua abordagem de um problema. Pense em um plano prático e entre em ação. Um plano passo a passo ajudará a reduzir seu medo e aumentar suas chances de sucesso.

  1. Considere algumas mudanças no estilo de vida.

Mudanças específicas no estilo de vida, como técnicas de relaxamento, exercícios regulares e ioga, podem ajudá-lo a desestressar. Essas mudanças podem ajudá-lo a limpar sua mente e evitar pensamentos perturbadores.

  1. Procure ajuda profissional.

Se a sua atiquifobia for muito grave para você lidar sozinho, não hesite em procurar ajuda de um profissional de saúde mental. Os planos de tratamento para fobias, em geral, são construídos em torno da melhoria da qualidade de vida. Embora a medicação esteja disponível, o tratamento tende a ser mais eficaz quando associado à terapia. Seu terapeuta pode usar técnicas como terapia de exposição ou terapia cognitivo-comportamental. Betabloqueadores e ISRSs são alguns medicamentos sugeridos que atuam como uma solução inicial de curto prazo para a ansiedade. A UnitedWeCare é especializada em lidar com situações como essas, entre outras, que você encontra aqui .

Conclusão

Superar a atiquifobia não é uma tarefa fácil. Mas é essencial se você quiser realizar seus sonhos e atingir seu potencial máximo. Você não está sozinho, e há dezenas de pessoas lidando com o mesmo problema. Você não deve abster-se de procurar ajuda médica se sentir vontade. Considere estes recursos da UnitedWeCare se precisar de ajuda profissional:

Overcoming fear of failure through Art Therapy​

Ever felt scared of giving a presentation because you feared you might not be able to impress the audience?

 

Make your child listen to you.

Online Group Session
Limited Seats Available!